As 11 coisas que todo Joseense já deve ter feito (parte 1)

e8e3918a6b56a3e032595c833b88ae04

Editorial

H

á um tempo atrás comecei a pesquisar o comportamento do afegão médio de São José dos Campos; o que pensa, como vive, o que come. O objetivo era conhecer um pouco mais sobre esse ser e resgatar a sua identidade. Se você nasceu no final dos anos 80 e 90 vai se identificar.

1-Tirou foto no Parque Santos Dumont

Todos que cresceram na cidade frequentaram de alguma forma o parque Santos Dumont; ou a mãe levou ou foi com a escola (acreditem, já fui em excursão com o grupo de catequese, em 1997). Em uma época onde não havia câmeras digitais o rolinho da Kodak valia ouro, e o parque era um ótimo cenário para as fotos de recordação. Eu na foto em 1989  U+21D3.svg

374812_282824121756367_1123307929_n

2 – Foi visitar o papai noel no Center Valle e chorou

papainoel

O Center Valle sempre foi a praia do joseense, caçapavense, jacareíense, etc. Inaugurado em 1987 teve o seu auge nos anos 90. Não tinha nada mais glamouroso do que levar o catarrento para tirar uma foto com o papai noel e depois assistir o lançamento da época “Street Fighter. As crianças olhavam aquela barba cinza e ficavam desesperadas: abriam o bocão. O bom velhinho uma vez chegou de helicóptero no shopping, super radical.

untitled-13-610x360

3 – Tirou foto montado em um carneiro psicodélico

Qual o cidadão dessa terra fundada por José de Anchieta que nunca tirou foto montado no carneirinho amarelo? (Eu tirando onda de carneiro amarelo na foto)

12111_497519246953519_236559362_n.jpg

4 – Ouviu as rádios RD 90 e STEREO VALE

Quem nunca esperou para ouvir o nocaute Stereo Vale, aniversariante do dia, ou as 10 mais da RD 90 FM?  Tocava Travessos, Celine Dion e NSYNC.  Naquela época não havia internet e o povo gravava as melhores músicas em fitas. Eu tinha uma fita da Tiazinha; sim leitor, pode rir.

Algumas curiosidades da STEREO VALE FM: inaugurada no dia 27 de julho de 1977 foi a primeira rádio com transmissão FM em São José dos Campos e Vale do Paraíba. Encerrou as atividades no dia 14 de outubro de 2015.

16195705_1321992964526984_4361398956630877717_n.jpg

dsd

Quem não se lembra da Shirley Souza da Stereo Vale pode se jogar do viaduto da Vila Terezinha. Ela é a voz mais prestigiada do Vale do Paraíba desde o começo dos anos 2000. Eu sempre achei que ela fosse só uma voz bonita, mas ela é muito linda também.

Eu me lembro de uma transmissão onde ela disse que queria encontrar a feminista que queimou o primeiro soutien e dar porrada. Ela era muito engraçada.

PS: Dá para ouvir a antiga programação pela internet :  www.stereovale.com.br

5 – Soltou um UOOL’na descida da rua Turquia

A primeira experiência radical a gente nunca esquece. O friozinho na barriga era coisa certa. Ainda está lá firme e forte ao lado do Habibs.

F00014146g.jpg

6- Foi no Playcenter e voltou falando que beijou mais de 15

O sonho de todo pré-adolescente dos anos 90 era participar de uma excursão do Playcenter; não importando o organizador: vizinho, professor…o importante era estar dentro do ônibus. A mitologia da época era a seguinte, ao pisar no parque você automaticamente ganhava um saldo de 5 ficantes; mesmo que não fosse verdade. Era uma espécie de rito de passagem da infância para a adolescência. O pessoal combinava na volta essa lorota (caso alguém desconfiasse).

Na 6º série um colega voltou do Playcenter anunciando aos sete ventos que havia ficado com mais de 50; o parceiro dele (cúmplice de um resgate) confirmou tudo. — Esse era o plano minha gente!  Acreditar na mentira também fazia parte do jogo, pois você teria credibilidade quando mentisse também.

Acontecia de tudo nessas excursões, vômito, salgadinho com cheiro de peido. Certa vez um colega perdeu o dinheiro do lanche e chorou no ônibus. O pessoal em solidariedade fez uma vaquinha. Ver o cover do Mano Brown, com bigodinho; regata com desenho de pomba chorando feito moça: só os anos 90 para proporcionar esse espetáculo.

playcenter 4.jpg

7 – Foi na Fapija de galera quando era adolescente

Ainda falando de entretenimento, temos a FAPIJA (Feira Agropecuária e Industrial de Jacareí). Outro cenário para adolescentes e suas histórias fajutas. Houve relatos de amigos que deram a volta na barraca do cachorro quente e beijaram mais de 15… não vou citar nomes. São José bombava em Jacareí no mês de julho e acabou… Jacareí não servia para mais nada o resto do ano. A única utilidade de Jacareí era o retorno da UNIP… Brincadeira jacareíenses, vocês são muito bons em construir pedágios e aplicar multas. ¬¬

2.jpg

8 – Achou estranho o nome do bairro ‘Campo dos Alemães 

Quando eu era criança sempre imaginava pessoas loiras jogando futebol quando falavam no tal do campo dos alemães. Hoje em dia a única coisa alemã que eu consigo associar ao bairro é Auschwitz. O mais estranho é que em Pindamonhangaba a vagabundagem conhece e teme esse nome; uma fama regional.

onibus_acidente_sjc

9  – Encontrou pessoas do seu bairro no calçadão de Caraguá

Lá estava eu à noite andando pelo calçadão de Caraguatatuba todo ‘garoto de Ipanema’ quando de repente avisto o Bento:  — Oh shit, não pode ser o Bento! —, És tu?

Bento era um candidato a vereador no começo dos anos 2000. Ele tinha uma loja de roupas na rua da escola Dorival Monteiro.

E não para por aí, a cada dez passos era um encontro com um miserável. No outro dia de manhã as coisas pioraram, fui dar uma refrescada na praia da Cocanha e parecia que eu estava na praça 1º de maio. Você percebe que não tem como fugir desse povo. Eu não aguento!

globo-65ghs1mcz6b1czyxqkhu_original.jpg

 10 – Ganhou um pintinho do Jairo Pintos

Na época em que Emanuel Fernandes era o prefeito de São José houve um vereador muito, muito sagaz em estratégias de marketing: Jairo Pintos. Ele genialmente distribuía pintinhos para promover o seu nome. Associava o nome à causa; a criançada ficava polvorosa quando passava o caminhão. Houve uma comunidade na época do orkut ‘ganhei um pintinho do Jairo Pinto“onde os  seguidores testemunhavam esse ocorrido. Havia depoimentos de pessoas que só pegaram o bicho para matar asfixiado; outros que trocaram por fichas de fliperama… Nem João Santana criaria uma estratégia de marketing tão perspicaz.

16708712_1747382585287727_5933631745594438831_n.jpg

Foto de Joao Dimas Dos Santos,grupo Resgatando S. José dos Campos,Facebook.

11 – Assistiu o jornal da Vanguarda só para flagrar um conhecido pegando macarrão na Festa 1º de maio.

Eu tenho que evocar Caco Antibes antes de começar: — Eu tenho horror a pobre!

Brincadeiras à parte, era muito divertido ver fulana de tal com bacia de lavar roupa na fila do macarrão. A jornalista Michele Matuck até ficava constrangida com o tamanho do balde. Premio maior seria ver um amigo lá no sol, mas isso nunca acontecia.

2549285_x720.jpg

Epílogo

Cocontinua…  PARTE 2 AQUI

Sem Título-1.jpg

Anúncios

3 comentários sobre “As 11 coisas que todo Joseense já deve ter feito (parte 1)

Deixe uma resposta inteligente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s